quinta-feira, 28 de maio de 2009

...
já não sei se é tristeza
melancolia
ou saudade do que nunca foi
é presença gigante
imensa
que me preenche
que me completa
quando dança em mim

e quando a saudade de ser aperta
caminho em rumos repetidos
vou e volto e torno a ir
aqui e ali
e ao outro lado
pontos de encontro com a vida
que o vento carrega

e quando surge o rasto desejado
fica um sorriso quase estúpido nos lábios
… tanto nas mãos abertas…
e acredito na vida… uma vez mais
...

6 comentários:

  1. QUERIDA MARIA, LINDO POEMA... FIQUEI EMOCIONALMENTE FASCINADA!!!
    ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  2. Será um sonho ou uma [nova] realidade que nasce e desperta a força de um [des]entender do pulsar do coração fervilhando incómodamente na incerteza mas também no desejo.

    bj...nho

    ResponderEliminar
  3. Decore sua alma ,
    da forma mais linda que souber,
    com uma poesia que lhe toque o coração,
    para que na sua mudez, seja feliz,
    pois alma que é, será sempre sua,
    sem que ninguém no mundo a tire de você.
    (Eda Carneiro da Rocha)

    Desejo a você um maravilhoso final de semana,
    Com muita paz e carinho.

    Sônia

    ResponderEliminar
  4. " e quando surge o rasto desejado "

    o trajecto é aqui.

    onde a alma se acrescenta.

    um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  5. Entro passeio por belos sentires, algo vem de ti que abraça e elimina distâncias, sinto-te dentro de mim...

    Preciso do teu belo sorriso
    Faz-me falta o teu lindo olhar
    As outras palavras que ficam por dizer, deixo para tu adivinhares.

    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Fazes-me falta linda Maria...

    Beijo

    ResponderEliminar